precauções universais e equipamentos de proteção individual (epi)

Webnode

    As precauções universais, atualmente denominadas precauções básicas, são medidas de prevenção que devem ser utilizadas na assistência a todos os pacientes, na manipulação de sangue, secreções e excreções, e contato com mucosas e pele não-íntegra.
    Essas medidas incluem a utilização de equipamentos de proteção individual (E.P.I.), com a finalidade de reduzir a exposição do profissional a sangue ou fluidos corpóreos, e os cuidados específicos recomendados para manipulação e descarte de materiais pérfuro-cortantes, contaminados por material orgânico.
    Têm por objetivo evitar a transmissão de infecções (conhecidas ou não) do paciente para o profissional de saúde.

   

Equipamentos de proteção individual
    Os equipamentos de proteção individual são: luvas, máscaras, gorros, óculos de proteção, capotes (aventais) e botas, e atendem às seguintes indicações: 

EPI indicação
Luvas sempre que houver possibilidade de contato com sangue,secreções e excreções, com mucosas ou com áreas de pele não-íntegra (ferimentos,
escaras, feridas cirúrgicas e outros)
Máscaras, gorros e óculos de proteção durante a realização de procedimentos em que haja possibilidade de respingo de sangue e outros fluidos corpóreos, nas mucosas da boca, nariz e olhos do profissional
Capotes (aventais) devem ser utilizados durante os procedimentos
com possibilidade de contato com material biológico, inclusive em superfícies contaminadas
Botas proteção dos pés em locais úmidos ou com quantidade significativa de material infectante (centros cirúrgicos, áreas de necropsia e outros)

 


Webnode